Fluxo de capital estrangeiro nos EUA em outubro é positivo em US$ 7,5 bilhões

Segundo o Departamento do Tesouro, fluxo em setembro ficou em US$ 80,1 bilhões

Danielle Chaves, da Agência Estado,

15 de dezembro de 2010 | 13h31

O Departamento do Tesouro informou que o fluxo líquido de capital estrangeiro para os EUA foi positivo em US$ 7,5 bilhões em outubro, em comparação com US$ 80,1 bilhões em setembro. O bastante observado dado sobre compra de ativos de longo prazo excluindo transações que não ocorrem em mercado aberto foi positivo em US$ 27,6 bilhões. A medida mais ampla de compra líquida de títulos de longo prazo dos EUA somou US$ 7,2 bilhões.

China

A China comprou bônus do Tesouro dos EUA em outubro, aumentando o volume de Treasuries que detém para o maior nível em quase um ano, segundo o Departamento do Tesouro dos EUA. O volume de bônus sob propriedade do Japão também cresceu e atingiu um recorde.

O volume de bônus dos EUA detidos pela China aumentou US$ 23,3 bilhões, para US$ 906,8 bilhões, em seguida à compra líquida de mais de US$ 15 bilhões em setembro. As compras líquidas pela China desde junho totalizaram US$ 63,1 bilhões, elevando o total para o maior nível desde novembro do ano passado. O país continuou sendo o maior detentor estrangeiro de Treasuries.

As vendas de Treasuries pela China no fim de 2009 e no começo deste ano espalharam receios de que o maior credor dos EUA estava reduzindo sua exposição ao dólar. No entanto, parte daquele movimento refletiu um reequilíbrio de carteira na direção de Treasuries de longo prazo.

O Japão também tem sido um grande comprador de Treasuries nos últimos meses, ficando atrás apenas da China. O volume de bônus detido pelo país atingiu o recorde de US$ 877,4 bilhões em outubro, de US$ 864,6 bilhões em setembro. As informações são da Dow Jones.

(Texto atualizado às 13h41)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAfluxo de capitalTesouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.