FMI recebeu US$ 430 bi em promessas de aportes, diz Lagarde

'Também agradeço à China, Brasil, Índia, Indonésia, Malásia e Tailândia, e todos os outros países que indicaram que vão estar entre os contribuidores', disse a diretora-gerente

Álvaro Campos, da Agência Estado,

20 de abril de 2012 | 16h41

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, divulgou um comunicado nesta tarde afirmando que a instituição recebeu mais de US$ 430 bilhões em promessas de novos aportes dos seus membros. Segundo ela, os novos recursos quase dobram a capacidade de empréstimo do Fundo, que agora supera US$ 1 trilhão.

"Isso mostra a forte determinação da comunidade internacional para garantir a estabilidade financeira global e colocar a recuperação econômica mundial em uma base mais sólida. Esses recursos estão sendo disponibilizados para a prevenção de crise e resolução, além de atender às potenciais necessidades de financiamento de todos os membros do FMI. Eles serão utilizados apenas se houver necessidade, e se isso ocorrer, eles serão pagos com juros", diz o comunicado.

Lagarde agradeceu a todos os membros do FMI que já se comprometeram a ajudar. "Também agradeço à China, Brasil, Índia, Indonésia, Malásia e Tailândia, e todos os outros países que indicaram que vão estar entre os contribuidores ", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIajuda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.