Foco de disputa fiscal nos EUA migra para Senado

Discussões estão interrompidas até a noite de segunda-feira, 14; deputado republicano afirmou que nos próximos dias uma nova proposta será colocada em pauta

Reuters,

13 de outubro de 2013 | 12h30

WASHINGTON - Negociações urgentes para encerrar uma parcial paralisação do governo dos Estados Unidos e afastar um risco de calote sem precedentes pelo país foram concentradas em propostas do Senado depois que a Casa Branca rejeitou plano de republicanos da Câmara dos Representantes, disserem parlamentares neste sábado, 12.

Republicanos da Casa dos Representantes saíram nervosos de uma reunião fechada entre seus líderes neste sábado, acusando a Casa Branca de rejeitar suas ideias e de recusar negociar com eles.

Entretanto, o deputado republicano Pete Sessions, afirmou à Reuters que nos próximos dias uma nova proposta será colocada em pauta. Muitos deputados saíram da reunião para voltarem a seus distritos, tendo sido informados que não haverá mais discussões neste sábado, domingo ou antes da noite de segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAgastos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.