Forbes: Carlos Slim perde US$ 11 bilhões, mas ainda é o mais rico do mundo

Forbes: Carlos Slim perde US$ 11 bilhões, mas ainda é o mais rico do mundo

Eike Batista se mantém em oitavo lugar

Estadão.com.br,

20 de outubro de 2011 | 23h42

O bilionário mexicano Carlos Slim perdeu  quase US$ 11 bilhões desde fevereiro, mas continua sendo o homem mais rico do mundo, segundo o ranking publicado nesta quinta-feira pela revista "Forbes". O mesmo levantamento mostra o brasileiro Eike Batista, presidente do Grupo EBX, sustentado em oitavo posição.

O fundador da operadora América Movil tinha em março uma fortuna estimada em US$ 74 bilhões, mas desde então esse patrimônio foi dragado pela queda de 17% das ações da operadora mexicana  na Bolsa de Nova York, restando agora US$ 63,3 bilhões do total, segundo estimativas da Forbes.

Já Bill Gates, da Microsoft, viu seu patrimônio expandir US$ 4 bilhões no período, o que garantiu a manutenção do segundo lugar na lista dos mais ricos com cerca de US$ 60 bilhões.

O megainvestidor americano Warren Buffett ficou na terceira colocação do ranking, seguido pelo francês Bernard Arnault e pelo americano Larry Ellison.

Tudo o que sabemos sobre:
Forbesricosbilionários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.