Ford lucra US$ 2,1 bi no 1º trimestre e eleva previsão

A Ford Motor obteve lucro de US$ 2,1 bilhões (US$ 0,50 por ação) no primeiro trimestre deste ano, saindo do prejuízo de US$ 1,4 bilhão (US$ 0,60 por ação) de igual período do ano passado. Excluindo itens extraordinários, a Ford lucrou US$ 0,46 por ação, excedendo a previsão média de analistas, de US$ 0,31 por ação.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

27 de abril de 2010 | 11h06

A receita passou de US$ 24,4 bilhões para US$ 28,1 bilhões, um acréscimo de 15%. A Ford disse que vai apresentar "lucros sólidos" neste ano e aumentou em 30 mil unidades sua previsão para a produção de veículos na América do Norte no segundo trimestre deste ano, para um total de 625 mil automóveis. O número representa uma aumento de 39% em comparação com o registrado em igual período do ano passado. A estimativa melhor, disse a montadora, reflete "a forte demanda do consumidor" e a necessidade de recompor os estoques das concessionárias.

"Continuamos cautelosamente otimistas com os sinais positivos que estão aparecendo na economia global, embora reconheçamos que a recuperação seja frágil e que o setor automotivo global continua enfrentando excesso de capacidade", disse o executivo-chefe Alan Mulally em comunicado. A Ford terminou o primeiro trimestre com US$ 25,3 bilhões em caixa bruto automotivo, um aumento de US$ 400 milhões em relação à sua posição ao final de 2009. A dívida do grupo no segmento automotivo é de US$ 34,3 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
veículosFordbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.