Fortes resultados de tecnológicas elevam Wall Street

Os mercados norte-americanos avançam nesta quinta-feira, com o índice S&P 500 marcando suas novas máximas em dois meses e meio e perspectivas e lucros anunciados para o setor de tecnologia ofuscando dados econômicos fracos.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h38

Às 16h32 (horário de Brasília), o Dow Jones ganhava 0,24 por cento, a 12.939 pontos. O Standard & Poor's 500 mostrava alta de 0,23 por cento, a 1.375 pontos, e o Nasdaq avançava 0,81 por cento, a 2.966 pontos.

O aumento das perspectivas da IBM para o ano e lucros maiores que o esperado do eBay impulsionam ações de tecnologia.

O mercado interrompeu brevemente seus ganhos no início do pregão após dados mostrarem que as manufaturas do Meio-Atlântico norte-americano encolheram pelo terceiro mês e que as vendas pendentes de moradias abaixo do previsto. Números separados mostraram ainda que mais pessoas do que o esperado solicitaram auxílio-desemprego na semana passada.

"Está amadurecido no mercado de ações que o crescimento será lento por algum tempo", disse o chefe de operações da OakBrook Investments em Lisle, Illinois, Giri Cherukuri.

"As pessoas estão se concentrando em ações individuais após os lucros e tentando entender (através das) perspectivas o quão frágil a economia realmente está", completou.

Preços recordes em Treasuries mantiveram os que buscam "yields" (rendimentos) focados em ações apesar de uma economia em ritmo menor.

Um atento Federal Reserve, banco central norte-americano, também é creditado para ajudar a manter as ações em meio a fracos dados econômicos, com medidas anteriores do Fed para estimular a economia tendo dado início a ralies nos mercados acionários e de commodities.

(Reportagem de Rodrigo Campos)

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTALTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.