Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

França inclui corte de gastos e aumento de impostos no orçamento 2012

O governo francês prevê que o PIB do país vai crescer 1,75% no ano que vem

Agência Estado,

28 de setembro de 2011 | 17h29

O governo da França apresentou hoje o projeto de orçamento para 2012, com o qual pretende reduzir o déficit para 4,5% do PIB, do nível de 5,7% previsto para este ano. Esse objetivo seria alcançado por meio de cortes de gastos e aumentos de impostos, já que o crescimento econômico desacelerou, e assim o país não conseguiria atingir as metas de receitas.

O governo francês disse que vai manter o congelamento dos gastos públicos, o congelamento das transferências para administrações locais e a política de substituir somente metade dos funcionários públicos que se aposentam. O governo também pedirá que o Parlamento delineie mais 1 bilhão de euros em economias no orçamento.

A medida já anunciada de aumentar os impostos para grandes empresas deve gerar uma receita adicional de 2 bilhões de euros em 2012 e o governo prolongará um imposto sobre os mais ricos até que o déficit caia abaixo de 3%. A administração também planeja aumentar os impostos sobre bebidas alcoólicas, cigarro e refrigerantes que contenham açúcar. As isenções de impostos também serão reduzidas, medida que este ano já gerou uma receita extra de 11 bilhões de euros.

Com todas essas medidas, o déficit orçamentário da França deve cair 15 bilhões de euros em 2012, para 80,8 bilhões de euros. O governo prevê que o PIB do país vai crescer 1,75% no ano que vem. As informações são da Dow Jones. (Álvaro Campos)

Tudo o que sabemos sobre:
Françaorçamentogastos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.