França pretende comprar fatia na Alstom junto com MHI

O governo francês quer comprar pelo menos 10 por cento na Alstom junto com a Mitsubishi Heavy Industries (MHI) como parte da oferta conjunta da empresa japonesa com a Siemens, disse à Reuters um representante sindical da Alstom nesta terça-feira.

REUTERS

17 de junho de 2014 | 15h09

O presidente-executivo da MHI, Shunichi Miyanaga, já havia dito a parlamentares franceses querer "fortemente" que o governo comprasse uma fatia de 10 por cento, igual à que a MHI ofereceu comprar da principal acionista da Alstom, a Bouygues, para reforçar que o grupo de engenharia continuaria francês.

O sindicalista, que estava participando de uma conferência com o ministro francês da Economia, Arnaud Montebourg, nesta terça-feira, disse que o governo estava tentando comprar uma fatia na Alsom via o banco estatal BPI.

Um porta-voz da Bouygues disse mais cedo que a empresa foi contatada pela MHI sobre a compra da participação, mas que ainda não foi abordada pelo governo francês ou pelo BPI.

(Por Natalie Huet)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASALSTOMFRANCE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.