ÉRICA DEZONNE / ESTADÃO
ÉRICA DEZONNE / ESTADÃO

Francesa compra brasileira Ciplan por 290 milhões de euros

Valor da operação foi baseado em um preço por tonelada de 145 euros, informou a Vicat, que com o negócio marca sua entrada no mercado brasileiro

Reuters

06 Outubro 2018 | 04h00

A cimenteira francesa Vicat anunciou ontem a compra de 65%da brasileira Cimento Planalto (Ciplan) por 290 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão).

A Ciplan tem uma fábrica na região de Brasília, com uma capacidade total instalada de 3,2 milhões de toneladas por ano. A empresa também tem 9 fábricas de concreto e 5 de agregados.

Segundo a Vicat, a margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da Ciplan em 2017 foi de cerca de 24% ante pico em 2013 de cerca de 45%.

O valor da operação foi baseado em um preço por tonelada de 145 euros, informou a Vicat, que com o negócio marca sua entrada no mercado brasileiro, que tem como maior fabricante no setor o grupo Votorantim.

O grupo europeu tem operações em 11 países, incluindo Estados Unidos, Turquia, Egito e Índia e tem origens em Louis Vicat, que inventou o cimento artificial em 1817.

Crise

A entrada da Vicat no Brasil ocorre em um momento em que a indústria cimenteira do País tenta firmar um movimento de interrupção de queda nas vendas, em meio a uma fraca atividade da construção civil e paralisação de obras de infraestrutura.

Em agosto, as vendas de cimento no Brasil caíram 2,4 % sobre um ano antes, para 4,9 milhões de toneladas. No acumulado do ano, as vendas mostram baixa de 1,7% na comparação anual, para 34,89 milhões de toneladas, de acordo com dados do Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (Snic). O setor está com capacidade ociosa de 52% a 53%, segundo fontes de mercado.

Mais conteúdo sobre:
Cimento construção civil Vicat

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.