Franquia do McDonald's na AL tem prejuízo de US$ 6,6 mi

A Arcos Dorados, maior operadora da franquia do McDonald''s na América Latina, reportou no primeiro trimestre de 2013 prejuízo de US$ 6,6 milhões, contra lucro de US$ 25,4 milhões no mesmo período do ano passado. A justificativa para o resultado, segundo a companhia, foi o impacto negativo de US$ 15,4 milhões provocado pela desvalorização do Bolívar venezuelano.

Agencia Estado

30 de abril de 2013 | 13h16

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado da companhia foi de US$ 68,7 milhões, 12% menor em dólar que no mesmo trimestre do ano anterior, ou 1,7% maior excluindo-se as variações das moedas locais e outros itens.

Na América Latina, a companhia faturou US$ 976,9 milhões no trimestre, com crescimento de 6% em dólar. Em moeda constante, não considerando as variações das moedas locais dos 20 países em que atua, o crescimento foi de 15,7%.

No Brasil, o faturamento da Arcos Dorados chegou a US$ 460,9 milhões no primeiro trimestre de 2013, com crescimento de 15,9% em relação ao mesmo período do ano anterior em moeda constante. Em dólar, o crescimento foi de 2,4%, em virtude da desvalorização de 13% do real frente à moeda americana no período.

Segundo informações da companhia, o Brasil representou 47,2% do faturamento total e 37,5% das unidades operadas pela Arcos Dorados na América Latina, com 735 restaurantes. Ao todo, a empresa fechou o primeiro trimestre com 1.959 restaurantes.

Tudo o que sabemos sobre:
Arcos Doradosbalanço1º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.