Frente fria traz chuva e anima agricultores paranaenses

Curitiba, 13 - As chuvas que caíram em praticamente todo o Estado do Paraná entre ontem à noite e a tarde de hoje deixaram os produtores animados para o plantio da safra de verão 2004/2005. "Não repôs todo o déficit, mas dá para dar o pontapé", disse Vera Zardo, engenheira agrônoma do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura. A longa estiagem, que em algumas regiões chegou a quase dois meses, provocou perda nas culturas de inverno no centro-sul e de feijão no noroeste, especialmente Umuarama. Além disso, atrasou o transplante de fumo e o plantio de mandioca, batata e milho. A previsão do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) é de que nova frente fria entre no Estado trazendo mais chuva, o que pode recompor a necessidade hídrica do solo. A frente que chegou no fim de semana trouxe frio. Em Curitiba, a temperatura caiu 20 graus. Hoje pela manhã os termômetros marcaram 8 graus. Para amanhã (14), a previsão é de que a temperatura oscile entre 9 e 18 graus. Em Londrina e Maringá, onde não chovia havia quase 60 dias, a chuva chegou ainda pela manhã. Em Guarapuava, houve precipitação de granizo, enquanto em Ponta Grossa a chuva foi acompanhada de ventos fortes. Quatro casas foram destelhadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.