Funcionários da Celpa esperam decisão sobre pagamento em breve

O sindicato que reúne os trabalhadores da distribuidora paraense Celpa, do Grupo Rede Energia, espera uma decisão sobre o pagamento das parcelas do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) pela empresa na semana que vem.

REUTERS

23 de março de 2012 | 17h36

"Acreditamos que na semana que vem isso possa se resolver", disse o presidente do Sindicato dos Urbanitários do Pará, Ronaldo Romeiro, à Reuters.

O sindicato termina nesta sexta-feira a paralisação de 72 horas deflagrada na quarta-feira, na segunda manifestação contra o atraso no pagamento de duas parcelas do PCCS e em protesto à administração realizada na Celpa, que está em recuperação judicial.

Em assembleia ocorrida na parte da manhã desta sexta-feira, o sindicato resolveu voltar às atividades e dar um prazo de uma semana para que a situação sobre o pagamento se resolva.

A Celpa está impossibilitada de realizar o pagamento das parcelas do PCCS sem uma liberação da Justiça, por estar em recuperação judicial.

Romeiro disse que representantes dos trabalhadores se reuniram com a juíza responsável pelo processo, Maria Filomena Buarque, na quarta-feira para tratar do tema, e com o administrador judicial da Celpa, Mauro Santos, na quinta-feira.

Segundo Romeiro, ambos se mostraram dispostos a analisar a situação dos trabalhadores.

O sindicato realiza a próxima assembleia de trabalhadores sobre o tema na sexta-feira da semana que vem, 30 de março.

"A nossa luta não para com o pagamento (do PCCS). Vamos também lutar pela federalização da empresa", disse Romeiro, que não desconsidera realizar novas manifestações após a decisão sobre o pagamento do PCCS.

(Por Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACELPATRABALHADORES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.