Fundação RAG pode comprar fatia na ThyssenKrupp

A Fundação RAG pode comprar uma fatia na ThyssenKrupp e ajudar a financiar um possível aumento de capital do conglomerado alemão. O executivo-chefe da RAG, Werner Müller, afirmou aos membros do Partido Social Democrata no Parlamento Estadual de Renânia do Norte-Vestfália que os estatutos da fundação não descartam a aquisição.

Agencia Estado

10 de julho de 2013 | 14h29

No entanto, Müller disse que não houve qualquer conversa com a ThyssenKrupp nesse sentido, segundo um porta-voz dos parlamentares. Uma representante da fundação também negou negociações com a companhia.

Os comentários foram feitos depois de uma reportagem do Sueddeutsche Zeitung, publicada no fim de junho, afirmar que a Fundação RAG poderia dar assistência à Fundação Krupp, que tem 25,3% da ThyssenKrupp, caso a Krupp não conseguisse recursos para manter a participação em um possível aumento de capital do conglomerado.

A Fundação RAG foi criada para financiar os custos de longo prazo da mineração de carvão duro na Alemanha. A fundação tem uma fatia majoritária na empresa de produtos químicos Evonik Industries e é dona da mineradora RAG. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ThyssenKruppFundação RAG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.