Divulgação
Divulgação

Fundo Carlyle investe US$ 850 milhões e fica com o controle da Qualicorp

Grupo de investimento, que adquiriu a CVC em janeiro, faz segundo grande aporte do País com empresa de saúde 

Fernando Scheller, de O Estado de S. Paulo,

19 de julho de 2010 | 16h13

O fundo norte-americano de private equity Carlyle Group anunciou nesta segunda-feira, 19, seu maior investimento no País para adquirir o controle da empresa de serviços em saúde Qualicorp. O aporte inclui a compra de 100% da fatia de um sócio minoritário relevante no negócio - a General Atlantic - e um investimento adicional na companhia. De acordo com fontes de mercado, o valor total do negócio é de US$ 850 milhões (cerca de R$ 1,5 bilhão).

Este é o segundo grande investimento do Carlyle no Brasil - o primeiro foi a compra de mais de 63,6% de participação na rede de agências de viagens CVC, por aproximadamente R$ 700 milhões. A Carlyle administra atualmente cerca de US$ 90 bilhões em ativos. O dinheiro para a compra do controle da Qualicorp veio dos mesmos dois fundos de onde saíram os recursos para a compra da participação na CVC: o Carlyle Partners V, que administra US$ 13,7 bilhões, e o Carlyle South America Buyout Fund.

A Qualicorp é uma empresa de gestão de benefícios de saúde fundada em 1997, com cerca de 2,8 milhões de clientes, segundo dados do mês passado. A empresa atua principalmente na venda de planos de saúde de baixo custo, para entidades de classe. A Qualicorp também presta consultoria e faz gestão de benefícios corporativos e presta serviços administrativos a outras operadoras.

Mais aquisições

De acordo com o diretor-superintendente do Grupo Qualicorp, Heráclito Brito, o aporte de recursos do Carlyle Group vai permitir que a empresa cresça também por meio de aquisições. Segundo o executivo, que permanecerá no comando da empresa, até o momento o crescimento do negócio vinha sendo majoritariamente orgânico.

Uma das metas do fundo é expandir a atuação da empresa de saúde, especialmente de olho na "classe média emergente" brasileira. O objetivo, segundo comunicado conjunto da Qualicorp e do Carlyle Group, é desenvolver soluções para as classe C e D. Segundo o texto divulgado pelas partes envolvidas no negócio, tratam-se de "segmentos que se mostram promissores para os próximos anos".

"À medida que a classe média cresce, ela demanda serviços e produtos que estavam antes fora de seu alcance. O Grupo Qualicorp permite que se supra uma necessidade crítica da população: assistência médica de qualidade, a preços acessíveis", disse Fernando Borges, diretor responsável pela equipe de investimentos do Carlyle no Brasil, no comunicado.

O Banco Bradesco BBI assessorou o Carlyle na operação, enquanto o Credit Suisse ajudou a Qualicorp a desenhar a operação.

(Texto atualizado às 16h51)

Tudo o que sabemos sobre:
Fundo CarlyleQualicorp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.