Fundo Laep compra Daslu por R$ 65 milhões

Laep pagará R$ 21 milhões em dinheiro; os outros R$ 44 milhões são referentes a uma dívida que a Daslu mantinha com a empresa

Naiana Oscar, de O Estado de S. Paulo,

24 de fevereiro de 2011 | 17h23

O fundo Laep, do empresário Marcus Elias, ofereceu R$ 65 milhões para adquirir a marca e os ativos da Daslu. A proposta foi aprovada no início da tarde desta quinta-feira, 24, pelos credores de Eliana Tranchesi, durante uma assembleia que validou também o plano de recuperação judicial da empresa. A oferta, feita pela Laep por meio de outras duas empresas – Chiplands e Retail ­­- terá de ser agora homologada pela Justiça.

A Laep, que também comprou a Parmalat em 2006 durante recuperação judicial, pagará R$ 21 milhões em dinheiro. Os outros R$ 44 milhões são referentes a uma dívida que a Daslu mantinha com a empresa.

Eliana Tranchesi continuará como franqueada. Foto: Juan Guerra/ AE

Com a compra,  Marcus Elias passa a controlar a marca e uma das duas lojas de Tranchesi ­ - uma está em operação no shopping Cidade Jardim e a outra será inaugurada no futuro shopping JK. De acordo com o plano de recuperação, a empresária tem direito a permanecer com uma das duas unidades, na condição de franqueada da marca. A loja que continuará com a atual controladora só será definida no dia 4 de março.

O plano de recuperação judicial da Daslu prevê que a dívida privada da empresa, no valor de R$ 80 milhões,  tenha um deságio de 60% e seja paga em 72 parcelas. A Laep se comprometeu em pagar os credores.

Tudo o que sabemos sobre:
LaepDaslucompraEliana Tranchesi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.