GABRIEL LORDELLO /ESTADÃO
GABRIEL LORDELLO /ESTADÃO

Fundo suiço compra 100% da Hortifruti e acelera expansão

Desde 2015, o fundo Partners Group tinha 40% do negócio; grupo pretende abrir mais dez unidades ao longo do próximo ano

Matheus Nobre, especial para o Estado

09 Novembro 2018 | 04h00

As varejistas Hortifruti e Natural da Terra anunciaram na quinta-feira, 8, que o fundo suíço Partners Group adquiriu 100% de suas ações – desde 2015, o grupo possuía 40% do negócio, participação que havia adquirido à época por cerca de R$ 300 milhões. O valor da compra dos 60% restantes não foi revelado.

As duas bandeiras, identificadas como “sacolões de luxo”, têm hoje um total de 45 lojas. Com a aquisição, o grupo suíço tem a meta de abrir mais dez unidades ao longo do próximo ano. O investimento previsto para 2019 é de R$ 80 milhões.

Ao abrir dez lojas em um único ano, o grupo suíço colocar o pé no acelerador em termos de expansão. Isso porque, de 2015 para cá, a companhia pouco avançou: três anos atrás, as duas redes somavam um total de 40 unidades.

A compra dos 100% do negócio só foi anunciada ontem, embora o acordo tenha sido costurado no fim do ano passado. Quando os suíços entraram no negócio, em novembro de 2015, a Hortifruti havia acabado de comprar a rival Natural da Terra. A primeira marca é mais forte no Rio de Janeiro, enquanto a segunda tem presença consolidada em São Paulo.

Marcas

Depois da realização de estudos, foi decidido que cada marca vai mandar sua bandeira. Os nomes não vão sofrer alteração e a identidade visual continuará a mesma. A decisão levou em conta a alta consolidação das marcas nos Estados onde já atuam. A rede Hortifruti está no mercado há 30 anos e tem lojas no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. Já a Natural da Terra atua em São Paulo há 17 anos. As duas bandeiras somam cerca de 6 mil colaboradores.

Mais conteúdo sobre:
fundo de investimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.