Furnas foca em geração para recuperar receita

O presidente de Furnas, Flavio Decat de Moura, reiterou que a empresa quer crescer em novas gerações de energia e aparecer mais em mercados de operação e manutenção (O&M) para recuperar receita perdida com renovações de concessões. "Precisamos nos renovar, crescer em novas gerações e aparecer mais em mercados de operação e manutenção (O&M). Estamos nos estruturando para termos preços para participar das disputas dos contratos de concessão", disse Decat em sua apresentação na sessão inaugural dos eventos simultâneos Power-Gen Brasil, HydroVision Brasil e DistribuTech Brasil, em São Paulo.

SUZANA INHESTA, Agencia Estado

24 de setembro de 2013 | 12h09

Na segunda-feira, 23, a diretora de Gestão de Novos Negócios e de Participações de Furnas, Olga Simbalista, disse que a companhia estuda a possibilidade de constituir uma empresa para administrar e disputar os contratos de concessão de hidrelétricas que não foram renovadas por seus antigos concessionários durante as discussões da Medida Provisória (MP) 579. Decat também informou que a renovação das concessões significou, em Furnas, perda de receita anual de R$ 1,9 bilhão.

Mais conteúdo sobre:
Furnasgeração

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.