Furnas pretende atuar em leilões de energia este ano

Furnas pretende participar dos leilões de energia previstos para este ano, informou na segunda-feira a diretora de Planejamento, Gestão de Negócios e de Participações da empresa, Olga Simbalista. "Já é uma tendência nós estarmos presentes em todos os leilões de energia A-3 e A-5 com participação relevante em geração eólica", afirmou após participar do Fórum Global em Mobilidade Elétrica, evento paralelo à Rio+20.

GLAUBER GONÇALVES, Agencia Estado

18 de junho de 2012 | 14h13

A subsidiária da Eletrobras deve participar dos leilões com projetos de eólicas e também entrará na disputa pelo projeto da usina hidrelétrica de Sinop, no Rio Teles Pires, relatou a executiva. A entrada nesse projeto, porém, ainda depende da conclusão do processo de licenciamento ambiental. Depois de adiamentos, o leilão A-3 foi marcado para 11 de outubro e o A-5, para 25 de outubro, de acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Segundo Olga, Furnas também analisa a possibilidade de entrar nos leilões com projetos de biomassa, mas isso dependeria do patamar definido para o teto dos preços da energia. Ela não descartou entrar com projetos de geração a gás mas ressaltou que, para isso, a Petrobras precisaria tornar o produto disponível.

"Com esse patamar que foi sinalizado nos últimos leilões, a biomassa não seria competitiva. Mas se colocar um teto um pouco mais elevado, entraremos em um projeto muito interessante de óleo de palma", declarou, acrescentando que tal empreendimento seria na região Norte do País.

Tudo o que sabemos sobre:
EnergiaFurnasleilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.