Fusão entre Carrefour e Pão de Açúcar não foi tema na Câmara, diz Gleisi

Ministra disse que 'foi uma enorme coincidência' Câmara ter se reunido na presença de Diniz, no momento em que fusão entre empresas estava sendo discutida

Tânia Monteiro e Leonencio Nossa, da Agência Estado,

29 de junho de 2011 | 18h28

A ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse nesta quarta-feira, 29, que "foi uma enorme coincidência" o fato de a Câmara de Política de Gestão, Desempenho e Competitividade (CGDC) ter se reunido na presença do empresário Abílio Diniz, no momento em que está sendo discutida a fusão do Carrefour com o Pão de Açúcar.

Segundo a ministra, o tema não foi tratado na Câmara de Gestão e que esta é uma operação de "enquadramento", que "não tem dinheiro público, nem do FGTS, nem do Tesouro". "É dinheiro do BNDESpar", disse a ministra, numa referência às negociações envolvendo a fusão das empresas.

O presidente da CGDC, Jorge Gerdau, confirmou que o assunto Carrefour-Pão de Açúcar não foi tratado na reunião, mas defendeu a fusão das empresas alegando que "esta é a tendência" do momento. Ele insistiu que não se pode confundir a operação porque não tem dinheiro público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.