Fusão entre United Airlines e Continental é aprovada

Os acionistas da UAL Corporation, empresa holding que tem a United Airlines como sua principal subsidiária, aprovaram na sexta-feira a fusão desta companhia aérea com a Continental Airlines, abrindo caminho para que a operação seja concluída na data prevista, em 1º de outubro. Mais de 98% dos votos depositados e 84% das ações válidas foram favoráveis à fusão, na votação dos acionistas da UAL. Na votação dos acionistas da Continental, o resultado foi de mais de 98% dos votos e 75% das ações válidas a favor da transação, que deve criar a maior companhia aérea do mundo em termos de tráfego.

AE, Agencia Estado

20 de setembro de 2010 | 10h33

"Esta votação é um passo significativo para nossa fusão com a Continental, que criará a empresa aérea líder do mundo e a melhor rede do setor para nossos clientes", disse presidente do conselho e CEO da United, Glenn Tilton. A United e a Continental anunciaram no dia 3 de maio de 2010 sua intenção de se fundir por meio de uma operação de troca de ações entre iguais. A proposta de fusão entre as duas empresas já foi aprovada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos e pela Comissão Europeia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.