Fusão Itaú Unibanco já mostra resultados, diz Setubal

A fusão do Itaú com o Unibanco começa a mostrar resultados, de acordo com o presidente do banco, Roberto Setubal. "Já passamos pela fase mais difícil da fusão. Agora estamos prontos para levantar voo", disse hoje em reunião promovida pela Apimec. "Estamos com as turbinas prontas, mas temos que ir com cuidado, por causa do tamanho da empresa", afirmou Setubal. O Itaú Unibanco tem 110 mil funcionários e R$ 651,6 bilhões em ativos.

ALTAMIRO SILVA JÚNIOR, Agencia Estado

17 de agosto de 2010 | 17h22

A média de migração é de 150 agências do Unibanco para a base do Itaú por mês. A previsão de término para o processo é no final de outubro. Segundo Setubal, as mudanças nas agências são feitas durante o final de semana e existem hoje 456 funcionários do Itaú dedicados somente a essa tarefa.

A cada fase da migração das agências, o banco foi aprendendo e reduzindo o volume de reclamações, destaca seu presidente. Era uma média de 40 queixas por mil clientes, que caiu para 1,6. Toda a parte voltada para clientes deve ter a integração concluída até o final do ano. "Fizemos um mega esforço interno", disse Setubal. Alguns ajustes de sistemas devem ser concluídos em 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.