Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Futuro do frigorífico Independência segue indefinido

A decisão sobre o destino do frigorífico Independência, em recuperação judicial desde maio de 2009, foi novamente adiada. Hoje, depois de duas horas de discussão, com interrupção de 30 minutos, a assembleia geral de credores foi suspensa por decisão unânime dos presentes. Novo encontro foi marcado para o dia 22 de agosto, às 14 horas, no Hotel Panamericano, na região central de São Paulo.

SUZANA INHESTA, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 13h11

A suspensão foi pedida primeiramente pelo credor J.P.Morgan. Segundo o advogado do banco, a solicitação teve como objetivo dar tempo aos representantes do Independência de realizar uma melhor análise de liquidação dos ativos. Em seguida, os pecuaristas apoiaram a proposta para ter prazo para montar uma proposta de aquisição de uma unidade do frigorífico.

Conforme adiantou ontem a Agência Estado, é consenso entre os credores que as propostas recebidas para a venda dos ativos da companhia têm valores muito mais baixos que o piso determinado no edital do leilão judicial. A melhor oferta apresentada para a compra da totalidade dos ativos do Independência cobre apenas 35% do valor avaliado pela companhia, de R$ 706,922 milhões. Essa oferta é de R$ 250 milhões, e foi feita pela Alfredo Kaefer Cia e Ltda., de Cascavel (PR), empresa do deputado federal homônimo do PSDB-PR, também proprietário do frigorífico de aves Diplomata e da rede curitibana de supermercados SuperDip.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.