Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Gabrielli: distribuição de royalties é indiferente para a Petrobrás

O governo decidiu abrir mão de R$ 1,8 bilhão da arrecadação de royalties de petróleo para compensar Estados e municípios não produtores

Kelly Lima, da Agência Estado,

27 de setembro de 2011 | 20h09

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, disse há pouco que a estatal é indiferente à questão da distribuição dos royalties do petróleo. Gabrielli, que concedeu entrevista após participar da abertura de um congresso sobre sustentabilidade no Rio, não quis fazer mais comentários sobre o assunto.

Hoje, durante reunião no Ministério da Fazenda, o governo decidiu abrir mão de R$ 1,8 bilhão da arrecadação de royalties de petróleo para compensar Estados e municípios não produtores. Esse valor se refere à redução de 30% para 20% dos royalties (ou seja, queda de dez pontos porcentuais) à União e de quatro pontos porcentuais da participação especial (de 50% para 46%) que o governo recebe sobre exploração de petróleo em poços de grandes volumes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.