Geithner cobra rapidez da Europa para solucionar crise da dívida

Secretário do Tesouro americano reconheceu, no entanto, um maior compromentimento das autoridades da zona do euro em buscar uma solução para a crise financeira

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

26 de setembro de 2011 | 18h07

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, pediu nesta segunda-feira, 26, que a Europa resolva o mais rápido possível sua crise da dívida.

"Eu creio que eles estejam agindo, e eles certamente estão tentando sinalizar um comprometimento maior, no sentido de dedicar um empenho maior na busca por uma solução para a crise financeira que estão enfrentando", declarou Geithner durante uma visita a uma unidade da United Parcel Service (UPS).

Autoridades europeias estão em busca de meios de ampliar o poder de fogo do fundo de resgate financeiro a países da zona do euro em meio a turbulências nos mercados globais. Durante o fim de semana, os EUA e outros países pressionaram líderes europeus a ampliarem um fundo de resgate de € 440 bilhões.

Geithner, que durante os últimos três fins de semana teve reuniões com líderes europeus, visitou hoje o principal polo automatizado de distribuição aérea da UPS para promover o programa de emprego do presidente dos EUA, Barack Obama. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Timothy Geithnercriseeuropatesouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.