General Electric divulga queda de 18% no lucro do 2º trimestre

Os ganhos por ação, que refletem o pagamento de dividendos, caíram de US$ 0,35 para US$ 0,29 na comparação entre o segundo trimestre deste ano e o mesmo do ano passado

Sergio Caldas, da Agência Estado,

20 de julho de 2012 | 15h01

NOVA YORK - A General Electric divulgou nesta sexta-feira uma queda de 18% no lucro líquido do segundo trimestre, para US$ 3,11 bilhões, de US$ 3,76 bilhões no mesmo período do ano passado. Os ganhos por ação, que refletem o pagamento de dividendos, caíram de US$ 0,35 para US$ 0,29 na mesma comparação.

A receita total da GE subiu 2,5%, para US$ 36,5 bilhões, vindo praticamente em linha com os US$ 36,8 bilhões projetados por analistas.

O lucro operacional da empresa, excluindo custos com pensões, avançou de US$ 0,34 por ação para US$ 0,38/ação, ficando ligeiramente acima da estimativa de economistas consultados pela Thomson Reuters, de US$ 0,37/ação.

A GE atribuiu a queda no lucro líquido à redução nas encomendas de infraestrutura, que recuaram 1%, para US$ 23,1 bilhões, graças principalmente a um declínio de 37% nas encomendas de turbinas eólicas, e à receita menor da GE Capital - divisão financeira do conglomerado norte-americano -, que ficou em US$ 11,46 bilhões no trimestre, 7,9% menor que um ano antes.

Por outro lado a receita dos negócios industriais, que incluem infraestrutura para geração de energia e aviação, cresceu 8,8%, para US$ 25,04 bilhões.

O lucro da GE Capital subiu 31%, para US$ 2,12 bilhões, e os ganhos dos negócios industriais avançaram 6,8%, para US$ 3,74 bilhões.

Às 8h35 (de Brasília), as ações da GE subiam 0,10%, a US$ 19,82, no pré-mercado de Nova York. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.