Gerente-executivo de refino assumirá abastecimento da Petrobrás

Companhia também promoveu trocas de gerentes-gerais em pelo menos 9 de suas 13 refinarias

Sabrina Valle, da Agência Estado,

27 de abril de 2012 | 18h46

A reunião de conselho de administração da Petrobrás terminou no fim da tarde desta sexta-feira com a indicação de dois novos diretores para a companhia. Ambos são ligados à presidente Graça Foster e têm perfil técnico.

O engenheiro José Carlos Cosenza, gerente-executivo de Refino da Petrobrás, será o novo diretor de Abastecimento, em substituição a Paulo Roberto Costa.

Já a diretoria de Serviços, que era ocupada por Renato Duque, ficará com Richard Olms, que trabalhou por anos junto com Graça no Gás e recentemente foi alçado à gerência-executiva de Exploração e Produção, também por indicação da presidente da companhia.

Segundo fontes, não teria sido encontrado a tempo um substituto para Jorge Zelada, na Diretoria Internacional.

A Petrobrás também promoveu trocas de gerentes-gerais em pelo menos nove de suas 13 refinarias.

Carlos Eduardo Pacheco foi empossado como gerente-geral da Lubnor. João Adolfo Oderich, atual gerente-geral da Repar, passa a comandar a Refap. A Repar ficará nas mãos de Luis Antônio Meireles, atualmente funcionário da sede Petrobrás.

A Repar cederá o seu atual gerente-geral, João Adolfo Oderich, para a Refap e passará a ser comandada por Luis Antônio Meireles da Silva, que hoje é funcionário interno da Petrobrás. A Six será comandada por Elza Calas.

A Reduc será comandada por José Manuel Villar, atual gerente-geral da Recap. A Recap passa a ser comandada por Rogério Daisson Santos, da equipe interna da Petrobrás. A Replan ficará com Daniel Teixeira. A Reman terá na sua gerência geral Rui de Fausto Moura.

A Reduc era antes gerenciada por José Ricardo Lafraia, que vai para a sede da Petrobrás. Daniel Sales será o gerente-geral da refinaria Potiguar e Cláudio Pimentel, da Relan.

William França da Silva troca a RPBC para ser gerente-geral da Regap, antes comandada por Paulo Maurício Brandão de Mello. Mello passa a atuar internamente na Petrobrás. A RPBC terá em sua gerência geral o executivo Ney Argolo, que ocupava cargo idêntico na RPCC, agora comandada por Daniel Correia. Revap ficará com Cláudio Romeo.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrastrocagerência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.