Glencore e Xstrata formam 4ª maior mineradora do mundo

Companhia resultante da fusão entre as duas empresas terá valor de mercado de US$ 76 bi

Agência Estado

02 de maio de 2013 | 11h02

LONDRES - A gigante de commodities Glencore International concluiu a aguardada fusão com a mineradora Xstrata. Com isso será formada a quarta maior companhia global de mineração - atrás de Vale, BHP Billiton e Rio Tinto - e a maior trading de commodities do mundo.

Em um comunicado, a Glencore afirmou que a fusão entre as duas empresas é efetiva e que todo o capital acionário emitido pela Xstrata agora pertence ao Glencore Group. Os acionistas que participaram do esquema receberão 3,05 novas ações da Glencore para cada ação da nova empresa. A mudança no nome da companhia para Glencore Xstrata PLC é esperada ainda para esta quinta-feira, 02.

A Glencore Xstrata terá valor de mercado de cerca de US$ 76 bilhões e vai competir com Vale, BHP, Rio Tinto e Anglo American. A fusão foi concluída em seguida ao recebimento de aprovação de órgãos reguladores da União Europeia, do Reino Unido, da África do Sul e da China.

As ações da nova companhia deverão começar a ser negociadas na Bolsa de Londres na sexta-feira, 03, e a listagem das ações da Xstrata será cancelada na sexta-feira em Londres e em 6 de maio na Bolsa de Zurique. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GlencoreXstratafusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.