GM amplia em 30% pagamento de participação nos lucros em SP

Trabalhadores da General Motors em São José dos Campos e São Caetano, no Estado de São Paulo, aceitaram no final da terça-feira acordo que amplia em 30 por cento o valor da participação nos resultados das fábricas.

REUTERS

25 de maio de 2011 | 08h38

A montadora aceitou pagar 10.834 reais pelo cumprimento de 100 por cento das metas de produção para o ano, o que implica em um compromisso de volume conjunto de 410 mil veículos para as duas fábricas em 2011, informou o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos.

O acordo ocorreu depois de uma greve de 24 horas promovida pelos trabalhadores na sexta-feira. A GM se propunha a pagar inicialmente uma participação nos resultados de 9.500 reais.

Segundo a GM, o valor representa um acréscimo de 29,7 por cento sobre o valor de 2010.

"Dependendo do alcance das metas de produção, qualidade e absenteísmo, o valor total do prêmio pode chegar a 10.834 reais (no caso de 100 por cento das metas) e 13.000,80 reais (120 por cento das metas). Se houver adicional de produção da meta de 120 por cento, o valor do prêmio pode chegar a 13.710,59 reais", afirmou a GM em comunicado.

Os trabalhadores receberão uma antecipação de 5.800 reais da participação nos resultados ainda em maio. A segunda parcela será paga em janeiro de 2012.

A GM de São José dos Campos possui cerca de 9 mil trabalhadores e a fábrica de São Caetano tem 8 mil funcionários.

No Paraná, trabalhadores da Volkswagen em São José dos Pinhais estão parados há 20 dias, cobrando participação nos lucros de 12 mil reais, com uma primeira parcela de 6 mil reais. A montadora oferece parcela de 4,6 mil reais e a discussão do restante no segundo semestre.

O prolongamento do impasse que já dura quase um mês fez o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba organizar um fundo para apoiar os trabalhadores durante a paralisação.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSGMAPROVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.