GM fica pouco atrás da Toyota na liderança mundial em 2010

Vendas da GM subiram 12,2% em 2010, para 8,390 milhões de unidades, contra 8,418 milhões de unidades da Toyota

Reuters,

24 de janeiro de 2011 | 11h08

A Toyota manteve em 2010 a liderança no ranking mundial dos maiores fabricantes de veículos, ficando à frente da General Motors por uma diferença de menos de 30 mil unidades.

As vendas globais da Toyota, incluindo a unidade de veículos compactos Daihatsu e de caminhões Hino Motors, cresceram 8%, para 8,418 milhões de unidades, informou a empresa em comunicado. Com o resultado, o grupo japonês manteve a liderança global pelo terceiro ano consecutivo.

A GM, que perdeu a coroa em 2008 pela primeira vez em quase oito décadas, disse que as vendas subiram 12,2% em 2010, para 8,390 milhões de unidades. As entregas na China e Estados Unidos, os dois principais mercados da companhia, superaram cada um 2 milhões de unidades.

O crescimento da GM nos EUA, apesar de ser mais lento que a média da indústria, superou o leve declínio da Toyota com um aumento de 6,3%. Na China, as vendas da GM dispararam 29%, superando a alta de 19% da montadora japonesa.

Os números da GM envolvem uma dezena de marcas, incluindo mais de um milhão de unidades da Wuling, marca em que a empresa tem parceria minoritária na China.

Excluindo as vendas da Daihatsu e da Hino, as vendas da Toyota subiram 8% em 2010, para 7,528 milhões de unidades, impulsionadas por ganho de dois dígitos no Japão. (Por Chang-Ran Kim)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSGMTOYOTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.