Reuters
Reuters

GM quer carro autônomo nas ruas em 2019

Líder no mercado norte-americano, a montadora vê os veículos elétricos e sem motorista como pilares do futuro dos transportes

O Estado de S.Paulo

02 Dezembro 2017 | 00h48

A General Motors anunciou nesta sexta-feira, 1, que espera fazer o lançamento comercial de veículos autônomos em ambientes urbanos em 2019.

Líder no mercado norte-americano, a montadora vê os veículos elétricos e sem motorista como pilares do futuro dos transportes. Para a empresa, regulamentações governamentais irão apoiar o desenvolvimento de carros autônomos nos próximos anos.

A expectativa da montadora é de que seus veículos autônomos sejam usados principalmente por serviços de transporte particular, como táxis e Uber. Uma de suas parcerias mais fortes no setor é com o aplicativo Lyft, maior rival do Uber nos Estados Unidos. 

A GM, assim como montadoras concorrentes e gigantes de tecnologia, incluindo a Alphabet, holding que controla o Google, já investiu bilhões em pesquisa de veículos autônomos, embora os carros totalmente independentes sejam um projeto em andamento.

A GM disse ainda que espera reduzir o custo dos sensores Lidar, considerados vitais pelos especialistas para o funcionamento dos carros autônomos. Hoje, eles custam cerca de US$ 20 mil, mas a expectativa da empresa é baixar esse valor para US$ 300. A montadora, porém, não especificou como fará isso. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Indústria Automobilística Chevrolet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.