GM registra plano para oferta de ações, estimada em US$ 10 bi

Montadora pretende ser listada com ações ordinárias na Bolsa de NY e na Bolsa de Toronto

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

18 de agosto de 2010 | 17h51

A General Motors registrou nesta quarta-feira, 18, os planos para o lançamento de uma oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) que, segundo fontes, deve levantar US$ 10 bilhões ou mais. A montadora funciona como uma companhia de capital fechado há mais de 14 meses.

De acordo com os documentos enviados pela GM à Securities and Exchange Commission (SEC), a companhia pretende ser listada com ações ordinárias na New York Stock Exchange (NYSE) com o símbolo GM e também na Bolsa de Toronto, mas com um símbolo que ainda deve ser definido.

Os documentos afirmam também que apenas os atuais proprietários - e não a companhia - venderão ações ordinárias. Os acionistas atuais incluem o Departamento do Tesouro dos EUA, que detém uma participação de 61% na montadora. A GM, no entanto, pretende oferecer uma quantidade ainda indeterminada de ações preferenciais e afirmou que inicialmente não haverá dividendos para as ações ordinárias.

O IPO permitirá que o governo dos EUA comece a se desfazer da participação adquirida na montadora em razão dos auxílios oferecidos à indústria automotiva no ano passado. A GM está tentando cortar os laços com o governo norte-americano porque, segundo o executivo-chefe da companhia, Edward E. Whitacre Jr., a proximidade com o poder público afasta potenciais consumidores.

Na semana passada, a GM anunciou que obteve um lucro de US$ 1,3 bilhão no segundo trimestre, em comparação a um prejuízo de quase US$ 13 bilhões registrado em igual período do ano passado.

Em geral, a SEC precisa de 30 a 90 dias para revisar as solicitações de IPO. Para o governo dos EUA recuperar o investimento feito na GM, a montadora deve atingir um valor de mercado de US$ 70 bilhões - ou o equivalente a 10 vezes o valor de mercado da companhia antes da concordata. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GMIPONyseBolsa de TorontoSEC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.