GM retoma construção da fábrica de motores em Joinville

Segundo montadora, capacidade inicial de produção é estimada em 120 mil motores e 200 mil cabeçotes de alumínio por ano

Michelly Chaves Teixeira, da, Agência Estado

20 de julho de 2010 | 18h28

A General Motors (GM) do Brasil reinicia em agosto as obras de terraplenagem para a construção de uma nova fábrica de motores e componentes automotivos em Joinville (SC). A inauguração da unidade está prevista para 2012. Em nota, a montadora informou que a capacidade inicial de produção é estimada em 120 mil motores e 200 mil cabeçotes de alumínio por ano.

O anúncio foi feito nesta terça-feira, 20, em Joinville, pelo diretor de Assuntos Institucionais da GM do Brasil, Luiz Moan Yabiku Junior. Um dos motivos para a paralisação das obras foram as fortes chuvas e enchentes no Estado catarinense no final de 2008, prejudicando as obras de terraplenagem que estavam sendo realizadas no local. A empresa também aguardava a realização de audiência pública, ocorrida na última quinta-feira, e o início dos trâmites preliminares para a obtenção da licença ambiental adicional.

Tudo o que sabemos sobre:
veículosmotoresmontadoraGMJoinville

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.