GM vai recomprar US$ 2,1 bi em ações detidas pelo Tesouro

GM comprará 83,9 milhões de ações por um preço de US$ 25,50

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

28 de outubro de 2010 | 16h05

A General Motors vai recomprar do governo dos EUA cerca de US$ 2,1 bilhões em ações emitidas como contrapartida para que a montadora recebesse recursos do Programa de Alívio de Ativos Problemáticos (Tarp, na sigla em inglês), informou o Departamento do Tesouro norte-americano.

A GM comprará 83,9 milhões de ações por um preço de US$ 25,50. Atualmente, a montadora não é uma companhia de capital aberto. "Com esta recompra, os contribuintes vão receber um total de US$ 9,5 bilhões da GM em pagamentos, juros e dividendos desde que a companhia saiu da concordata, em julho de 2009", afirmou o Tesouro dos EUA.

O órgão informou que investiu US$ 13,4 bilhões na GM sob a administração Bush e US$ 36,1 bilhões sob o governo de Obama.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
GMGeneral MotorsEUAautomóvel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.