GM vê equilíbrio financeiro na Europa no meio da década

A General Motors apresentou nesta quarta-feira lucro bem acima do esperado para o terceiro trimestre e afirmou ter como meta a recuperação das deficitárias operações europeias a níveis de equilíbrio até o meio da década.

Reuters

31 Outubro 2012 | 12h18

"Ainda temos muito trabalho a fazer, principalmente na Europa", disse o vice-presidente financeiro da GM, Dan Ammann, em comunicado.

A montadora teve lucro líquido atribuível a acionistas de 1,48 bilhão de dólares, ou 0,89 dólar por ação, no terceiro trimestre, contra 1,74 bilhão, ou 1,03 dólar por papel, um ano antes.

Excluindo itens extraordinários, o lucro foi de 0,93 dólar por ação, superando a previsão média de analistas de 0,60 dólar, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. Os lucros da companhia na América do Norte e no exterior foram acima das expectativas.

A receita subiu para 37,6 bilhões de dólares, contra 36,7 bilhões de dólares um ano antes. Analistas esperavam uma receita de 35,7 bilhões de dólares.

A GM afirmou que espera um prejuízo operacional para todo o ano entre 1,5 bilhão e 1,8 bilhão de dólares na Europa. Em 2011, a montadora perdeu 747 milhões de dólares na região.

A montadora vê a economia europeia entre estável e com leve deterioração. "Nós não estamos apostando em uma grande reviravolta neste momento", disse Ammann durante teleconferência.

A Opel, unidade da GM na Alemanha, tem sido um peso nos resultados da companhia, levando a montadora a pressionar por mudanças na divisão europeia, que perdeu um total de 16 bilhões de dólares nos últimos 12 anos.

No terceiro trimestre, a GM Europe registrou um prejuízo operacional de 478 milhões de dólares, em linha com as expectativas de analistas.

Para o quarto trimestre, a GM espera lucros operacionais semelhantes ou um pouco melhores que os de igual etapa do ano anterior.

(Por Ben Klayman e Paul Lienert)

Mais conteúdo sobre:
AUTOS GM EUROPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.