MAP Transportes Aéreos/ Divulgação/ Via Agência Câmara de Notícias
MAP Transportes Aéreos/ Divulgação/ Via Agência Câmara de Notícias

Gol anuncia que aquisição da MAP Transportes Aéreos foi aprovada pelo Cade

Segundo a companhia, a decisão de aprovação se tornará definitiva no prazo de 15 dias corridos a partir de sua publicação

Victoria Netto, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2022 | 08h47

A Gol anunciou que emitiu o despacho referente à aquisição da MAP Transportes Aéreos em 30 de dezembro de 2021, confirmando que a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a operação sem restrições. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 3, por meio de fato relevante enviado à Comissão de Valores Imobiliários (CVM).  

Segundo a companhia, a decisão de aprovação se tornará definitiva no prazo de 15 dias corridos a partir de sua publicação.

A Gol havia anunciado a compra da companhia aérea de transporte regional em junho do ano passado. De acordo com o contrato fechado, a Gol pagará R$ 25 milhões em dinheiro pela MAP em 24 parcelas, além de 100 mil ações (cada uma a R$ 28). A empresa também assumirá até R$ 100 milhões em dívidas da MAP.

Com o negócio, a Gol poderá ampliar em 10% sua oferta no aeroporto de Congonhas (São Paulo), cujos horários de pouso e decolagem são os mais disputados do País. Hoje, a MAP tem 26 voos diários saindo do terminal.

A companhia não assumirá a frota da MAP, composta por sete aviões ATR com 70 assentos. Essas aeronaves deverão ficar com a Voepass (antiga Passaredo), que comprou a MAP em 2019. A Gol tem parceria para vender passagens de voos da Voepass e deverá atender as rotas hoje operadas pela MAP através da Voepass.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.