Gol espera transportar até 36 mi de passageiros em 2011

O executivo-chefe da Gol, Constantino de Oliveira, disse que a companhia aérea espera transportar entre 33 milhões e 36 milhões de passageiros neste ano, um aumento de até 16% em comparação com 2010. A empresa busca explorar a expansão da demanda internacional e ampliar sua frota.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

27 de janeiro de 2011 | 11h47

"Nossa frota crescerá para 115 (aeronaves) até o final de 2011, em comparação com as 112 atuais", afirmou o executivo durante uma conferência em Cingapura. "Nós receberemos outros 80 aviões até 2015", acrescentou. "As aeronaves nos ajudarão a permanecer no nosso plano de crescimento e a manter nossa frota jovem durante cerca de cinco anos e meio a seis anos."

O tráfego aéreo no Brasil tem crescido nos últimos anos devido à melhora da economia e ao aumento da demanda para rotas internacionais. De acordo com os dados mais recentes da Gol, o tráfego de passageiros no País subiu 18% em 2010. Segundo Oliveira, a companhia transportou aproximadamente 31 milhões de passageiros no ano passado.

O executivo disse também que a Gol ainda decidirá se exercerá a opção de adquirir 40 Boeings 737, segundo os termos de um acordo fechado com a fabricante norte-americana. "Nós precisamos ver como o mercado se desenvolverá. Nós temos o direito de converter as opções em encomendas, mas nós sempre gostamos de fazer as coisas passo a passo".

Oliveira afirmou que a companhia não tem planos atualmente de vender ações. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.