FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Gol reduz em 15,2% a oferta de voos domésticos em abril

No mercado internacional , a capacidade e a demanda reduziram 16,8% e 11,9%, respectivamente

O Estado de S. Paulo

13 de maio de 2016 | 12h14

A companhia aérea Gol divulgou nesta sexta-feira, 13, que a oferta doméstica de voos reduziu 15,2% em abril e 6,6% no acumulado do ano, quando comparada aos mesmos períodos de 2015. A demanda doméstica, por sua vez, apresentou retração de 19,2% em abril, com uma taxa de ocupação de 76,1% e, para o acumulado do ano recuou 9,0%, com uma taxa de ocupação de 77,1%

No mercado internacional no mês de abril, a capacidade e a demanda reduziram 16,8% e 11,9%, respectivamente, levando a taxa de ocupação para 74,4% - o que representa um aumento de 4,2 p.p. Até abril, a capacidade e a demanda neste mesmo mercado registraram retração de 18,1% e 12,0%, respectivamente, resultado em uma taxa de ocupação 5,4 p.p superior e registrando 77,5%.

Reestruturação. Em linha com o plano de reestruturação em andamento , a empresa reduziu em 21,9% o volume de decolagens e em 11,5% o total de assentos, no mês . Esses resultados representam o maior ajuste mensal já implementado pela Gol desde sua fundação, e estão de acordo com a projeção de redução de decolagens e assentos entre 15 e 18% para o ano de 2016.  

Atualmente a Gol possui 16 aeronaves fora de operação que fazem parte da readequação da frota.

Mais conteúdo sobre:
Gol Linhas Aéreas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.