Gol tem prejuízo de R$ 96,146 milhões no 1º trimestre

A Gol Linhas Aéreas registrou prejuízo líquido consolidado de R$ 96,146 milhões no primeiro trimestre de 2014, aumento de 27% ante o prejuízo de R$ 75,3 milhões verificado em igual período do ano passado, quando teve perda de R$ 75,3 milhões, informou a empresa na quarta-feira, 14. A receita líquida de vendas somou R$ 2,5 bilhões, ante R$ 2,082 bilhões um ano antes.

NATALIA GÓMEZ E FERNANDO LADEIRA, Agencia Estado

15 de maio de 2014 | 08h28

O resultado financeiro foi negativo em R$ 193,7 milhões, ante resultado negativo de R$ 106,9 milhões um ano antes. Segundo a empresa, um montante de R$ 75,9 milhões refere-se à desvalorização do Bolívar Venezuelano.

A companhia atingiu no trimestre uma margem operacional de 5,8%, com lucro operacional (EBIT) de R$144 milhões, um aumento de 43% na comparação anual. Segundo a empresa, esse resultado foi impulsionado pelo novo patamar da taxa de ocupação, que atingiu nível recorde de 76%, combinado com o crescimento do yield.

O Ebitdar (lucro operacional antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações somado ao valor dos custos operacionais com arrendamento mercantil de aeronaves e com arrendamento suplementar de aeronaves) foi de R$ 492,7 milhões no primeiro trimestre, alta de 34,4% sobre o de um ano antes. A margem Ebitdar ficou em 19,8%, alta de 2,2 pontos porcentuais, em igual comparação.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) avançou para R$ 279,7 milhões entre janeiro e março, crescimento de 31,9%. Nos três primeiros meses do ano, a receita somou R$ 2,493 bilhões, alta de 19,7%.

Tudo o que sabemos sobre:
Golbalanço1º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.