Gol vai aderir a programa de aviação regional, dependendo de regras

Companhia aérea pretende participar do plano do governo afirmou Edmar Lopes, vice-presidente financeiro da empresa

REUTERS

28 de julho de 2014 | 12h01

A companhia aérea Gol pretende participar do plano do governo federal para expansão da aviação regional brasileira, dependendo das regras que regularão a atividade das empresas no segmento, afirmou o vice-presidente financeiro da empresa, Edmar Lopes, nesta segunda-feira.

Questionado por analista do setor se a empresa vai aderir ao Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, Lopes respondeu: "Sim, mas depende da regulamentação. Mas até o momento as prévias mostram claramente que nos enquadraremos para termos direito a essa subvenção", disse ele.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASGOLLINHASAETELE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.