Mike Blake/Reuters
Mike Blake/Reuters

Google reporta prejuízo de US$ 3 bi e ações caem 4% nos EUA

Resultado do quarto trimestre foi afetado pela reforma no sistema tributário dos Estados Unidos; no ano, empresa cresceu 23%

Victor Rezende, O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2018 | 19h44

A Alphabet, controladora do Google, registrou prejuízo líquido de US$ 3,02 bilhões no quarto trimestre do ano passado, o equivalente a US$ 4,35 por ação. De acordo com a companhia, o resultado foi afetado pela reforma no sistema tributário dos Estados Unidos, que cobrou um imposto único de US$ 11,04 bilhões, após ser aprovada em dezembro. 

+ Busca do Google agora permite encontrar empregos no Brasil

+ Dona do Google vai comprar 'centenas' de carros da Fiat Chrysler

Excluindo os efeitos da reforma, a companhia apresentou lucro de US$ 6,84 bilhões, ou US$ 9,70 por ação. O resultado ficou abaixo do esperado por analistas consultados pela FactSet, que previam lucro recorrente de US$ 10,00 por ação.

Em todo o ano, a receita da controladora do Google foi de US$ 110,9 bilhões, 23% de alta na comparação com 2016. 

"Nosso negócio está gerando um grande crescimento. Nosso crescimento operacional em todo o ano continua a mostrar nossa força principal e, além disso, continuamos a fazer investimentos substanciais para o longo prazo em novos e excitantes negócios", disse a diretora financeira (CFO) da Alphabet, Ruth Porat.

O custo agregado por clique, medida que revela quanto os anunciantes pagam pelos cliques dos usuários nos links, mostrou recuo de 14% no quarto trimestre de 2017 em relação ao mesmo período do ano anterior e uma queda de 6% na comparação com o terceiro trimestre do ano passado. Já o volume de cliques pagos apresentou salto de 43% na mesma base comparativa, enquanto houve uma alta de 18% na comparação com o período entre julho e setembro.

Com o prejuízo líquido e o lucro recorrente abaixo do esperado pela FactSet, os papéis da Alphabet apresentaram forte desvalorização em Nova York: às 19h20 (de Brasília), a ação cedia 4,28%, a US$ 1.131,00.

Mais conteúdo sobre:
Google Alphabet

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.