Governo adia leilões de energia A3 e A5 para 12 e 14 de dezembro

Os leilões de energia nova A-3 e A-5, que contratarão energia para início de entrega em 2015 e 2017, tiveram as datas alteradas novamente de 11 e 25 de outubro para 12 e 14 de dezembro, respectivamente, segundo portarias do Ministério de Minas e Energia publicadas no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

Reuters

21 de setembro de 2012 | 10h28

O leilão A-3 já foi adiado outras vezes diante da ausência ou pouca necessidade de contratação de energia por parte das distribuidoras, muitas das quais estão sobrecontratadas.

Na semana passada, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, chegou a afirmar que o leilão A-3 ocorreria após resolvido o caso das usinas atrasadas do Grupo Bertin --que já venderam energia para o mercado regulado, mas não entraram em operação. O processo está sendo julgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

As distribuidoras deverão agora retificar ou ratificar a necessidade de contratação de energia para o leilão A-3 até o dia 21 de novembro de 2012.

O leilão A-5 também já tinha sido adiado antes porque as principais usinas hidrelétricas esperadas no certame ainda não tinham licença prévia ambiental necessária à participação. As concessionárias de distribuição de energia têm agora até 23 de novembro para declarar a quantidade de energia que precisarão contratar nesse leilão.

(Por Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAGOVERNOLEILOESADIADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.