Governo aguarda informe sobre acordo Telefónica/Telecom

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta segunda-feira, 14, que o governo ainda não foi oficialmente notificado sobre o acordo entre a espanhola Telefónica e a Telecom Itália. "Nós estamos esperando o comunicado oficial. Temos apenas informações extraoficiais", afirmou.

ANNE WARTH, Agencia Estado

14 de outubro de 2013 | 12h37

O ministro disse que apenas após essa notificação o governo vai estudar o caso. Se a Telefónica decidir converter as ações preferenciais que detém da Telecom Itália em ordinárias, o grupo se tornaria dono das operadoras de telefonia celular Vivo e da Tim no Brasil. Porém, há restrições regulatórias para que isso ocorra.

Sobre a fusão entre Oi e Portugal Telecom, o ministro disse que o governo foi consultado previamente, mas não participou do processo. "Não estabelecemos nenhum obstáculo", afirmou. Bernardo disse que o governo vai aguardar o prosseguimento do processo, que inclui a capitalização do grupo.

Tudo o que sabemos sobre:
TelefónicaTelecom Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.