Governo concede autorizações para operação de concessionárias em Confins e Galeão

Com a obtenção dos certificados, as concessionárias ficam aptas para assumir a operação dos aeroporto com o apoio da Infraero

REUTERS

11 de agosto de 2014 | 07h26

O governo federal concedeu certificados operacionais provisórios para a Concessionária Aeroporto Rio de Janeiro no Aeroporto Antônio Carlos Jobim, o Galeão, e para a Concessionária do Aeroporto Internacional de Confins, na capital de Minas Gerais, segundo portarias da Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária publicadas no Diário Oficial da União nesta segunda-feira.

Com a obtenção dos certificados, as concessionárias ficam aptas para assumir a operação dos aeroporto com o apoio da Infraero.

A concessionária Aeroporto Rio de Janeiro é formada por Odebrecht Transport, Changi Airports International e Infraero. O grupo assinou em abril deste ano o contrato para ampliação manutenção e operação do Aeroporto do Galeão por 25 anos.

Já a Concessionária do Aeroporto Internacional de Confins - Tancredo Neves é formada pelo grupo CCR, Zurich Airport International, Munich Airport International, e Infraero. A concessão terá prazo de 30 anos.

(Por Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASGOVERNOAUTORIZACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.