Governo estuda prorrogar IPI reduzido para carros até 31 de outubro

De acordo com jornal, a medida estaria em estudo pela área econômica do governo e a decisão só será tomada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega - que está em férias

Agência Estado,

25 de julho de 2012 | 08h02

O governo estuda prorrogar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido para a indústria automobilística por mais dois meses. Inicialmente, o incentivo vence em 31 de agosto. Com a medida, o IPI reduzido venceria em 31 de outubro.As informações são do jornal Valor Econômico

De acordo com o jornal, a medida estaria em estudo pela área econômica do governo e a decisão só será tomada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega - que está em férias. Além disso, o anúncio só seria feito no fim de agosto, para não represar a intenção de consumo por veículos.

Ainda segundo a publicação, a renúncia fiscal seria compatível com a expectativa de receita embutida no aquecimento da economia doméstica. E a prorrogação beneficiaria a inflação, cita o jornal, lembrando que o item Transportes no IPCA tem registrado variações negativas desde maio, devido à redução de preços dos automóveis.

O jornal diz ainda que os estudos são motivados pelo interesse do governo de estimular a cadeia produtiva do setor e evitar o acúmulo de estoques de veículos. Mas os técnicos não descartam os benefícios para a inflação oficial.

A prorrogação seria até outubro porque os dois últimos meses do ano, novembro e dezembro, já têm o ritmo de vendas acelerado por causa do 13º salário mínimo, ainda de acordo com o Valor Econômico

Tudo o que sabemos sobre:
IPIautomóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.