Governo fará PEP de trigo para escoar produto para o RJ e o ES

Brasília, 4 - O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Ivan Wedekin, afirmou hoje que o governo fará leilões de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) de trigo para carregar parte da produção do Sul do País para o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. A medida atende à solicitação da cadeia do trigo. Outra medida anunciada pelo governo para ajudar na comercialização da safra recorde de 6 milhões de toneladas é a prorrogação da primeira parcela das dívidas de custeio do setor. No caso do Rio Grande do Sul, os contratos de custeio começam a vencer em dezembro, ou seja 60 dias após a colheita, e são pagos em cinco vezes. O governo prorrogou a primeira parcela para o final do pagamento das demais parcelas. O secretário Ivan Wedekin explicou também que o limite de compra para o trigo via AGF foi reduzido de 800 sacas de 60 quilos para 500 sacas, a fim de que mais produtoras usufruam do benefício.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.