Governo multa Toyota e grupo Caoa em R$1,5 milhão por recalls

O governo federal decidiu multar a Toyota e a distribuidora de veículos Caoa em cerca de 1,5 milhão de reais por lentidão no anúncio de recalls de veículos.

REUTERS

17 de fevereiro de 2011 | 16h07

As multas, decididas pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão vinculado ao Ministério de Justiça, referem-se a demoras na convocação de recalls dos modelos Corolla, da Toyota, e da montadora japonesa Subaru, vendidos pela Caoa. O DPDC não informou o modelo no caso do grupo Caoa.

"Quando o fato envolve a saúde e segurança do consumidor, não pode haver demora", afirmou a diretora do DPDC, Juliana Pereira. "O Código de Defesa do Consumidor é absolutamente claro ao determinar que a comunicação deve ser imediata."

Segundo o DPDC, a Toyota foi multada por levar dois meses para fazer uma campanha de convocação de proprietários do carro que apresentou problemas de falta de fixação de tapetes que causava aceleração involuntária dos veículos.

Enquanto isso, o grupo Caoa foi multado duas vezes. Em um caso, a empresa levou 60 dias para realizar um recall após tomar conhecimento de problema na suspensão traseira. No segundo caso, a multa se deveu ao tempo de 25 dias para a convocação de clientes para solução de problema em sistema eletrônico.

Representantes da Toyota e da Caoa não estavam disponíveis para comentar o assunto.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSTOYOTACAOAMULTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.