Grécia está 'incapaz' de acessar mercado, diz ministro das Finanças

Ministro disse que o país precisa de dinheiro da UE e do FMI até 19 de maio para fazer um pagamento de dívida

Danielle Chaves, da Agência Estado,

27 de abril de 2010 | 11h11

A Grécia está incapaz de acessar os mercados financeiros, afirmou o ministro de Finanças, George Papaconstantinou. O ministro disse que o país precisa de dinheiro da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI) até 19 de maio para fazer um pagamento de dívida e acrescentou que falta objetividade da Europa sobre a crise grega.

 

Na sexta-feira passada a Grécia pediu a ativação do mecanismo de socorro elaborado pelos países da zona do euro e pelo FMI. Sob o plano, os membros da zona do euro concordaram em fornecer uma ajuda de 30 bilhões de euros para a Grécia, enquanto o FMI fornecerá socorro adicional.

 

Papaconstantinou afirmou que o déficit público do país para 2009 poderá chegar a 14%, ao mesmo tempo que o Banco Central grego alertou que é provável que a recessão se aprofunde mais do que o esperado este ano. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciafinançasPapaconstantinou

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.