Grécia estuda modelo de banco ruim para privatizações

Jornal 'To Vima' diz que tal plano poderia ser usado no caso do Hellenic Postbank, onde o governo planeja vender sua participação de 34% neste ano

Nalu Fernandes, da Agência Estado,

30 de maio de 2011 | 09h32

A Grécia está considerando estruturar o modelo chamado de 'banco ruim' para administrar ativos problemáticos - como os títulos do governo grego - mantidos por financiadoras controladas pelo Estado e que estão na lista de privatizações, segundo o jornal To Vima.

Sem citar fontes, o jornal diz que tal plano poderia ser usado no caso do Hellenic Postbank, onde o governo planeja vender sua participação de 34% neste ano.

Embora o Postbank seja um dos mais bem capitalizados bancos gregos e um valorizado ativo do governo, também detém um portfólio de 5,5 bilhões de euros em títulos do governo grego.

Por causa destes ativos, investidores podem se afastar dos leilões.

Além do Postbank, o governo Grego também quer vender sua participação na problemática financiadora para o setor agrícola ATEbank, embora tal privatização seja esperada apenas para o próximo ano, no mínimo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciabancotítulos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Será que o Pix é seguro? Veja dicas de especialistas
  • 13º salário: quem tem direito, datas e como a pandemia pode afetar o cálculo
  • Renda básica: o que é, quais os objetivos e efeitos e onde é aplicada

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.