Grécia negocia diretamente com bancos desconto de 75%, diz agência

Uma das fontes ouvidas pela 'Reuters' disse que o governo grego quer ter uma percepção própria de sobre o 'sentimento do mercado'

Álvaro Campos, da Agência Estado,

25 de novembro de 2011 | 15h17

A Grécia iniciou conversas diretas com os bancos que detêm seus bônus soberanos, fora da estrutura do Instituto Internacional de Finanças (IIF). Nas negociações sobre o programa de swap de bônus os gregos estariam pedindo que o valor presente líquido dos novos títulos seja reduzido para 25%, bem abaixo do desconto (haircut) de quase 50% proposto pelos bancos.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira, 25, pela agência Reuters, citando pessoas com conhecimento do assunto. "A Grécia começou a conversar com os credores individualmente, só para ter sua própria percepção sobre o sentimento do mercado", diz uma das fontes.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
grecianegociaçõesbancoshaircut

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.