Grécia promete mais cortes depois de reunião com credores

País anunciou também que deve se reunir com Comissão Europeia, FMI e BC Europeu nesta final de semana para continuar negociações

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

20 de setembro de 2011 | 18h05

A Grécia anunciou nesta terça-feira, 20, ter feito "progresso satisfatório" nas negociações com seus credores internacionais, mas as discussões em torno das medidas que o país precisa implementar em troca de um novo pacote de resgate financeiro serão retomadas no fim de semana. O país prometeu mais cortes em seu setor público.

"Houve progresso satisfatório", informou o Ministério das Finanças da Grécia por meio de nota. "As negociações continuarão durante o fim de semana em Washington", prossegue o comunicado.

As negociações de hoje, realizadas por meio de teleconferência, seguiram-se às discussões de ontem envolvendo a Grécia e representantes da Comissão Europeia, do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Central Europeu (BCE) - a chamada troica.

A Grécia encontra-se sob pressão cada vez maior por parte de seus parceiros na zona do euro para que adote novas medidas de austeridade fiscal para reduzir seu déficit orçamentário e atender às condições para que os credores liberem um novo pacote de ajuda.

No último fim de semana, durante uma reunião de ministros das Finanças da zona do euro realizada na Polônia, participantes advertiram que a Grécia correria o risco de não receber uma tranche de € 8 bilhões em outubro caso não consiga colocar suas contas em linha com as metas. Se não receber a ajuda, a Grécia ficará sem dinheiro em meados de outubro. As informações são da Dow Jones.(COM REUTERS)

Tudo o que sabemos sobre:
greciareuniãotroica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.